Portucel Moçambique – Navigator Company

Financiando Impunidade Corporativa

A Portucel Moçambique, parte do Grupo Navigator Company, goza de apoio, respeito e proteção por parte do Governo Moçambicano, tratada como o filho prodígio, agraciada com elogios e palmadinhas nas costas tanto por parte do Governo Moçambicano como dos seus grandes apoiantes, nomeadamente o Banco Mundial e a própria IFC com cerca de 20% das ações da empresa.

São inúmeros os artigos publicados com enormes elogios ao trabalho e aos investimentos da Portucel em Moçambique, todos trazem alusões aos milhões de dólares investidos, aos empregos previstos e aos lucros e ganhos previstos… no entanto, poucos trazem a realidade actual no terreno, não o que se prevê mas o que esta de facto a acontecer… os impactos negativos da entrada desta empresa em Moçambique, estes não são previstos, são reais e actuais!

https://pressroom.ifc.org/all/pages/PressDetail.aspx?ID=17946

Estes impactos e a violação de direitos das comunidades afectadas, tem vindo a ser denunciados pelas comunidades rurais que perderam as suas terras e os seus meios de vida e por várias organizações da sociedade civil tanto a nível nacional como a nível internacional, no entanto, como se pode verificar há enormes interesses em calar estas vozes. Esta notícia,

https://expresso.pt/opiniao/2021-01-31-Presidencia-portuguesa-do-Conselho-Europeu—conteudo-patrocinado-

mostra-nos um pouco como é comprado esse silêncio, mostra nos porque há tantas noticias a elogiar as ações de uma empresa com tantos e tão graves impactos sociais, ambientais e económicos. Esta notícia traz nos exemplos concretos de como são “comprados” os elogios, os apoios, a influencia política e porque é tao difícil obter justiça para as comunidades afectadas… e no nosso país como terá sido mesmo? Como continua a ser??

Este artigo mostra que esta é uma prática comum para o grupo Navigator do qual a Portucel Moçambique faz parte, podemos assim perceber um pouco melhor as reações e comportamentos, o servilismo de muitos representantes dos governos locais perante a Portucel e a proteção da mesma… é uma vergonha, mas é o que se vê, chegou o Patrão!

E mais uma notícia nos faz pensar “Navigator começa este ano a trazer madeira de Moçambiquehttps://www.jornaldenegocios.pt/empresas/detalhe/navigator-comeca-este-ano-a-trazer-madeira-de-mocambique?adsVideoViewed=1

Esta foi uma das soluções encontradas para os problemas logísticos referidos pela Portucel, como se na altura em que a Portucel entrou no pais não se soubesse já das condições logísticas, uma vez mais estas questões são discutidos entre o Governo Moçambicano e a Portucel apenas, e supostamente acordados num Memorando de Entendimento assinado entre as partes em 2018 que permanece no segredos dos Deuses até hoje… esta fabrica de produção de estilha e os empregos previstos foram sempre utilizados como “trunfo” nas negociações e até para calar as queixas e reclamações das comunidades afectadas… e agora para quando mesmo será esta fabrica???

É vergonhoso, é inaceitável e revoltante ler noticias como o titulo “União Europeia destaca trabalho da Portucel Moçambique em tempo de pandemia” disponível em https://agriculturaemar.com/uniao-europeia-destaca-trabalho-da-portucel-mocambique-em-tempo-de-pandemia/ enquanto ouvimos destas mesmas comunidades afectadas que se sentem enganadas, roubadas, desrespeitadas e abandonadas à sua sorte… é isto que a União Europeia elogia? O que causa esta visão selectiva?

Os interesses económicos! O lucro! A ganância!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: